sábado, 21 de janeiro de 2017

Deusas do Olimpo : Afrodite/Vênus


Afrodite (ou Vênus/Venere) é uma das divindades mais célebres da antiguidade: era ela quem presidia os prazeres do amor. Conhecida como a deusa do Amor e da Beleza, era responsável pela perpetuação da vida, prazer e alegria. Historicamente, seu culto na Grécia Antiga foi importado da Ásia, influenciado pelo culto de Astarte, na Fenícia, e da deusa Ishtar dos acádios. Ambas eram deusas do amor, e seus atributos e rituais foram incorporados no culto grego a Afrodite. Na era romana, seria a vez de Afrodite ser a influência, dando origem à sua equivalente romana, a deusa Vênus.




 A respeito de sua origem, como sobre a de muitos outros deuses, os poetas não estão de acordo: na versão mais famosa do seu nascimento contada por Hesíodo,ela aparece como a filha de Urano, que foi castrado pelo seu filho Cronos, que  jogou seus órgãos reprodutores no oceano, então, o sêmen de Urano caiu dentro do mar, e originou ondas que de sua espuma formaram um ovo (ou uma concha) encontrado por peixes, eles o empurraram até as margens das praias, e uma pomba o bicou e quebrou, nisso surgiu uma linda deusa, Afrodite, outra versão do nascimento, contada anteriormente por Homero, é que ela era filha de Dione com Zeus, o rei dos Deuses.



Extremamente bela e senhora dos prazeres sexuais, Afrodite foi punida por causa de seus atributos. De acordo com uma versão da história , por causa de sua imensa beleza, Zeus/Júpiter temendo que os outros deuses passassem a brigar uns com os outros por causa dela, a obrigou a se casar com Hefesto/Vulcano; o deus do fogo e ferreiro dos deuses, sem senso de humor, coxo e feio. Em outra versão da história, Afrodite se casa com Hefesto depois que sua mãe, Hera/Juno, lança-o do Olimpo, considerando-o muito feio e deformado para habitar com os deuses. Ele se vinga prendendo a mãe num trono mágico que construiu. Em troca de sua libertação, ele pede para ser-lhe dada a mão da bela Afrodite em casamento...





Hefesto fica feliz por ser casado com a deusa da beleza e forja para ela belas joias, incluindo o Cestus, um cinto de ouro que faz dela ainda mais irresistível para os homens. O descontentamento de Afrodite com seu casamento arranjado faz com que ela o traia várias vezes, na maioria das vezes com Ares/Marte, o deus da guerra.




 O deus do sol Hélio/Apolo, uma vez espiou Ares e Afrodite amando um ao outro secretamente na sala de Hefesto, e ele prontamente informou ao marido a traição. Hefesto conseguiu pegar o casal em flagrante e para tanto ele fez uma rede especial, fina e resistente como o diamante para pegar os amantes safados. No momento apropriado, esta rede foi jogada e encurralou Ares e Afrodite em um abraço apaixonado. Mas Hefesto ainda não estava satisfeito com a sua vingança — ele convidou os deuses e deusas do Olimpo para ver o casal aprisionado.


 Alguns comentaram a beleza de Afrodite, outros opinaram em trocar de lugar ansiosamente com Ares, mas todos zombaram e riram dos dois. Uma vez que o casal foi solto, Ares, embaraçado, fugiu para a sua pátria, Trácia, e Afrodite, envergonhada, fugiu para Chipre; e cansado das traições, Hefesto pediu o divórcio...




Afrodite/Vênus nunca foio criança, sendo constantemente retratada nascendo já adulta, nua e bela. Nos mitos, é normalmente apresentada como vaidosa, sedutora, charmosa, uma amante fervorosa que, quando amava, o fazia incondicionalmente. Afrodite, juntamente com Helios, representa o ideal de beleza dos gregos antigos. Ela foi constantemente reproduzida nas Artes, da Antiguidade à Idade Contemporânea, dada a oportunidade dos artistas imaginarem uma beleza divina. Nos dias atuais, seu mito continua exercendo influência na cultura, e muitas vertentes do neopaganismo voltaram a lhe prestar culto.

 No cinema, a deusa da beleza foi sempre uma das preferidas, aparecendo  desde o cinema mudo :"The Triumph of Venus"(Vênus Triunfante,1918) de Edwin B. Hesser, com Betty Lee aparecendo nua para interpretar Vênus em uma disputa com Diana (Phyllis Beveridge), a deusa da caça...




Em uma fantasia aonde apareciam vários outros deuses,deusas e semi-deuses presentes em seu mito...



"The Temple of Venus" (1923) de Henry Otto, faz um paralelo com a época, e mostra figuras mitológicas despertadas por Cupido e suas influencias no mundo"moderno".... 








Aparecem: Vênus (Celeste Lee), Netuno (Robert Klein), Júpiter (Frank Keller), Juno (Marilyn Boyd) e... 




 ....e  várias misturas com a  mitologia cristã...


...em uma fantasia romântica com a estrela Mary Philbin (O Fantasma da Ópera) e o cowboy William Boyd!  

 Vênus seria vivida pela grande atriz Ava Gardner, na comédia romântica fantástica "One Touch of Venus" (Vênus Deusa do Amor, 1948) de William A. Seiter...




...um jovem viúvo (Robert Walker) beija uma estátua da deusa Vênus e ela passa a viver e se apaixona pelo mortal...



...causando diversas confusões em nosso mundo...



Os deuses greco-romanos tiveram seu lugar no ciclo de aventuras históricas italianas conhecidas como "Peplum" (ver    ). Em "Vulcano, Figlio di Giove" ( Vulcano, O Filho de Júpiter , 1962) de Emimmo Salvi...




 *Júpiter (Furio Meniconi) cansado das aventuras sexuais de sua filha Vênus (Annie Gorassini) na Terra, decide casá-la logo com um dos candidatos: Maciste , um mortal que trabalha na caverna de Vulcano, ou Marte, o deus da Guerra (Roger Browne).




                                 Vênus, a safada...


                                             Júpiter!


 Mas Marte rapta Vênus, e se alia a Plutão, o deus do inferno (Gordon Mitchell) e Erida, a deusa do ódio (Edda Ferronao), e elabora um plano envolvendo uma torre de bambu suficientemente alta para  que os soldados do Rei Trácio ataquem os deuses no alto Olimpo. Júpiter envia seu filho Vulcano (Rod Flash/Iloosh Khoshabe, um halterofilista iraniano) para resolver a disputa na Terra, aonde mesmo os deuses são mortais... 





Vulcano resolve a parada, não fica com Vênus, mas recebe de presente a bela morena Etna (Bella Cortez)...  



Roger Browne voltaria a encarnar o deus belicoso em "Marte Dio della Guerra" (Marte, Deus da Guerra, 1962) de Marcello Baldi...




...Marte interfere em uma guerra na Terra. Acaba se apaixonando pela bela mortal Dafne (Jocelyn Lane), mas  Vênus (Michèle Bailly), a deusa do amor, não vai perdoar a traição...





"The Affairs of Aphrodite" (1970) de Alain Patrick, é um "drama-erótico" sueco, aonde...



... os deuses Afrodite (Antoinette Maynard ) e seu irmão Apollo (Walt Phillips ) ganham uma escrava humana de presente. A escrava deve também participar das atividades sexuais depravadas que os dois deuses estão constantemente engajados.  



O que eles não sabem é que a escrava é realmente Safo (Luanne Roberts), a rainha cretense exilada.  Quando o jovem Paris (Robin Courtney), que está apaixonado por Safo, ouve sobre isso, ele escala o Monte Olimpo para tentar resgatá-la. Mas ele falha e é feito prisioneiro de Afrodite e Apollo, que o usam em seus jogos sexuais pervertidos.... 


"Clash of the Titans" (Fúria de Titãs, 1981) de Desmond Davis, é uma aventura  fantástica clássica...


 ...baseada no mito de Perseus (Harry Hamlin) e sua luta para se casar com a princesa Andrômeda (Judi Bowker)...


                                                    o banho da princesa Andrômeda....


Recheado de participações de grandes astros vivendo os deuses do Olimpo, com destaque para o Zeus de Laurence Olivier e a Afrodite vivida pela sempre bela Ursula Andress...





                                                                    Afrodite & Zeus

...em um filme cujo grande destaque são os efeitos especiais de animação de Ray Harryhausen (em seu último trabalho antes de se aposentar)...



Em "The Adventures of Baron Munchausen" (As Aventuras do Barão Munchausen, 1988) de Terry Gillian, entre os amigos/aliados do excêntrico Barão (John Neville), estão o casal de deuses...




...Vulcano (Oliver Reed) e Vênus (Uma Turman)...


...ela surge para o jantar exatamente como na pintura clássica de Botticelli, a mesma que começa esta nossa postagem...





...no filme, o Barão não resiste a tentação da deusa da beleza, e precisa enfrentar a fúria do sujão deus ferreiro...




Aphodite apareceria em várias séries de TV, mais notadamente em 10 episódios de "Hercules: The Legendary Journeys" (Hércules, 1995-1999) criada por Christian Willians, e produzida por Sam Raimi...



                                                             Hercules & Aphrodite

...nas aventuras divertidas de Hércules (Kevin Sorbo) e seu companheiro Iolaus (Michael Hurst), a deusa da beleza e do amor foi interpretada por Alexandra Tydings...



                                                         o deus Eros & Aphrodite

...mostrando uma deusa alegre, sensual e divertida, que também fez suas participações na série spin-off "Xena:Warrior Princess" ( Xena: A Princesa Guerreira, 1995-2001), sendo assim a atriz recordista em interpretar a divindade mitológica.


 Afrodite voltaria com o filme fantástico baseado em um bestseller para adolescentes "Percy Jackson & The Olympians: The Lightning Thief" (Percy Jackson e o Ladrão de Raios, 2010) de Chris Columbus...






...Vivida por Serinda Swan...

... em uma ponta na refilmagem de "Clash of the Titans" (Fúria de Titãs, 2010) de Louis Leterrier...na pele de Anyness Deyn...


















 ...e também rapidamente na produção independente (amadora-orçamento zero) "Hercules:The Brave and the Bold" (2013) de David A.Malone, vivida por Angie Bigyeu.



Sem falarmos nos desenhos da Disney...por que, todos amamos a deusa do amor...!!!!












Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...